• Facebook Social Icon
  • LinkedIn Social Icon

Copyright © 2019 PARR - Programa de Apoio para a Recolocação dos Refugiados

Realização:

Prêmio Câmara Espanhola de Sustentabilidade

A sétima edição do tradicional evento, que teve como objetivo premiar e reconhecer as iniciativas sustentáveis de empresas associadas e parceiras, ocorreu no dia 3 de dezembro de 2019, no Consulado Espanhol. Este ano contamos com as novas categorias: diversidade, inovação e socioambiental.

O PARR foi contemplado com o prêmio em 2016, 2017 e 2019.

 

Contemplando famílias em mais de 1.500 municípios em todo o Brasil, os projetos participantes desta edição superam a marca de R$ 750 milhões investidos no país, ao todo. Desenvolvidos em diferentes áreas como educação, proteção ambiental, promoção de energias renováveis, erradicação da pobreza, empoderamento, saúde, inovação, reutilização de resíduos, redução da pegada de carbono, entre outros.

A seletiva contou com 17 projetos inscritos. O júri, composto pelas empresas Ideia Sustentável, Instituto Ethos e Pacto Global, avaliou os projetos de cada categoria pela representatividade e pontuação nos quesitos relevância, implementação e argumentação do projeto. O evento ofereceu ainda uma palestra ministrada pelo diretor-presidente da Ideia Sustentável, Ricardo Voltolini, considerado um dos mais requisitados consultores de sustentabilidade empresarial do país.

Na categoria Diversidade, a empresa de grande porte vencedora foi a Telefônica Brasil, com o projeto “Vivo Diversidade”, lançado em 2018. A Telefônica Brasil unificou suas diferentes ações em um programa transversal à organização, que visa promover a cultura inclusiva e ampliar, inicialmente, a representatividade de mulheres, negros e pardos, pessoas com deficiência (PCD) e LGBT+, em todos os níveis hierárquicos da empresa; e a empresa PME vencedora foi a EMDOC, com o projeto “PARR – Programa de Apoio para a Recolocação dos Refugiados”, que tem como principal objetivo auxiliar na integração de pessoas em situação de refúgio na sociedade brasileira por meio do acesso ao mercado de trabalho, inserção laboral, geração de renda e autossuficiência econômica, visando uma vida mais digna.

Em Inovação, a empresa de grande porte vencedora foi a Neoenergia, por meio do projeto “Energia do Futuro”, que tem como objetivo transformar o modelo de distribuição de energia elétrica das cidades de Atibaia, Nazaré Paulista e Bom Jesus dos Perdões, tornando-o inteligente através da instalação de medidores e um sistema de automação moderno; e a empresa PME que levou o prêmio foi a Habitar Construções Inteligentes Construção Civil, por meio do projeto “Entulho Zero na Construção Civil” que conta com profissionais qualificados que desenvolveram um processo construtivo sustentável, para construção de casas e pequenas edificações. Este novo processo construtivo visa aprimorar a forma de produzir e administrar os resíduos gerados na construção civil buscando soluções economicamente viáveis para o empreendimento e levando em consideração dois quesitos básicos: adequação ambiental e viabilidade econômica.

Já na categoria Socioambiental, o Banco Santander Brasil venceu com o projeto “Microcrédito – Uma Alavanca para a Prosperidade” que visa promover a inclusão financeira, fortalecer o empreendedorismo e contribuir para a geração de emprego e renda: estes são os objetivos que movem o Prospera Santander Microfinanças desde 2002. A unidade de negócios atua em comunidades desbancarizadas, nos rincões do País, e fala pessoalmente com quem quer prosperar, mas sofre por não ter acesso a serviços financeiros.

PremioCamaraEspanholaSustentabilidade201

“O nosso objetivo é prestigiar os melhores projetos, independentemente de seu porte e padrão de atuação, em cada uma das categorias. Bons exemplos precisam ser reconhecidos e promovidos dentro e fora das organizações para inspirar e transformar a sociedade como um todo e não apenas o ambiente corporativo”, afirma Alejandro Gómez, diretor executivo da Câmara Espanhola de Comércio no Brasil.